Flash é um programa comercializado pela Adobe Systems que gera arquivos e aplicativos que combinam navegação, animação, vídeo e áudio para publicação online, bem como recursos dinâmicos de interação com bancos de dados. Devido a à plataforma fechada, bugs frequentes, problemas de segurança e gestão de memórias de dispositivos, é cada vez menos utilizado.

Os desenvolvedores web usam o termo “Flash” para se referir a arquivos gerados a partir do programa, cujo formato é reconhecido pela extensão .swf. O Flash pode gerar animações baseadas na sucessão dinâmica de quadros e camadas, que permitem a superposição de diversos tipos de informação – fotos, aúdio, textos – com autonomia entre elas.

O programa pode gerar arquivos em vários formatos, sendo os principais:.fla e.swf. O arquivo.fla é editável pelo próprio programa. O arquivo.swf é fechado, compactado, e pode rodar como executável independente ou inserido em uma página/tela digital.

O programa também exporta arquivos em formatos de imagem estática, como Jpeg, Gif, etc.

O Flash pode gerar desde animações e interatividade simples (como o deslocamento entre páginas) até formulários complexos, com integração de banco de dados .

Embora na maiora dos casos possam ser também feitas e publicadas em HTML5, animações em Flash são eficientes para:

“Ilustrar” explicações (em tutoriais) ou publicar peças de publicidade independentes da navegação entre páginas de um site.

Mostrar detalhes de um equipamento ou produto.

Explicar o movimento de acionar um equipamento ou programa.

Mostrar um movimento tridimensional de objetos ou o deslocamento de ponto de vista.

Mostrar transformações de estado (de objetos, pessoas) ao longo do tempo.

Operacionar games e aplicativos online.

Aplicativos em Flash como games, ringtones, banners com notícias, estão disponíveis em telefones portáteis de diversas marcas, mas não são compatíveis com dispositivos móveis da Apple, como iPhones e iPads.

Tecnologia

A linguagem de programação utilizada para desenvolvimento é o ActionScript, semelhante ao JavaScript, mas de uso restrito ao ambiente do programa.

Os recursos tecnológicos do Flash utilizam também o Flex, conjunto de tecnologias que permite a criação de aplicativos avançados de internet (RIAs – Rich internet Applications), que proporcionam ao usuário uma experiência de uso mais rica do que uma página web descrita em HTML.

Como acontece com interfaces desenvolvidas com AJAX, os aplicativos desenvolvidos com Flex, que rodam no player (tocador) de Flash do browser, não precisam ser recarregados a cada ação do usuário.

As ferramentas de trabalho têm componentes como listas de dados, sistemas de layout e players (tocadores) de diversas mídias. Flex Data Services (FDS), de acesso gratuito para versões básicas, permitem a interação dos aplicativos com bibliotecas de Java no servidor, o que facilita a sincronia, o envio e a recepção de dados (veja mais no site da Adobe Systems).

(Atualizado em 8.2.2012)

 

Referências

→ Time to die: let’s resolve to get rid Of Flash already (ReadWrite, acesso em 8.2.2015)

1) Survey of preferences of screen readers users (acesso em 20.2.2009)

Programas

Google Swiffy – ferramenta para conversão de arquivos em Flash em HTML (acesso em 14.3.2012)