Grande parte dos diretores de arte, designers e produtores costuma acessar extensos bancos de imagens online e selecionar fotos ou ilustrações de modo semelhante ao que selecionam qualquer outro produto.
As imagens arquivadas nestes bancos de dados especialmente as imagens em alta resolução, estão disponíveis em muitos casos, mediante o pagamento de licença de uso para peças publicitárias, sites institucionais, publicações impressas etc. As imagens destas bibliotecas podem ajudar o profissional a definir a ideia do projeto que está realizando, já que a maioria disponibiliza versões em baixa resolução que podem ser arquivadas e aplicadas em layouts e testes. O custo de aquisição de imagens é muitas vezes mais barato do que sua produção, daí a oferta de imagens já prontas. Se atendem à necessidade do projeto, o direito de usá-las deve ser adquirido, para garantir a autoria da publicação e evitar, quando necessário, que a mesma imagem seja usada por outros profissionais e corporações. A compra do direito de uso de uma imagem pode ser feita por um período de tempo ou de acordo com sua publicação. O preço varia de acordo com o uso (uma ou diversas publicações), tempo de uso (exclusividade por tempo limitado), número de cópias que serão aplicadas (de acordo com a tiragem ou audiência da publicação), direitos de uso definidos pelo autor. Quando a licença de uso é adquirida, a valor pago é dividido entre a agência e o fotógrafo que criou a imagem. Outra opção para os profissionais, quando há limitação de recursos, é o uso de imagens de uso gratuito ou reduzido, também de fácil obtenção na internet, com a desvantagem de que não se sabe quem mais está utilizando a mesma imagem. Alguns sites oferecem também a possibilidade do usuário, mediante pagamento de taxa mensal fixa, ter acesso a amplos bancos de imagens, com direito de publicação incluído (Comstock, ImageGrabber). É importante verificar, nos sites que anunciam imagens “royalty free”, ou com direitos de publicação gratuitos, as políticas para a publicação deste material. A publicação pode estar sujeita a restrições, como pagamentos de acordo com o tipo de veículo, ou proteção dos direitos de autoria. A publicação de uma imagem sem permissão, mesmo que os direitos de autoria não estejam claramente explicitados, implica na violação destes direitos. O artista ou fotógrafo que criou a imagem deve ser pago ou ter a autoria reconhecida (mediante acordo de publicação). A edição de imagens adquiridas, de modo que fiquem muito diferentes das imagens originais, não libera o editor ou artista gráfico a recolocar estas imagens à venda. Os direitos de autoria das imagens iniciais prevalecem mesmo nas imagens editadas. (Atualizado em 21.4.2013)  

Referências

Photosource International – direitos autorais de imagens (PhotoSource, acesso em 5.4.2006)