Os diferentes objetivos de um projeto de mídia digital podem ser entendidos sob as perspectivas dos diferentes stakeholders, entre os quais a equipe de projeto. Cada pessoa, grupo ou departamento tem interesses diversos:
A alta gerência e patrocinadores procura a aderência aos objetivos estratégicos da empresa – Como o site atua para os objetivos da organização?

Projeto alinhado aos objetivos estratégicos mas com uma visão e uma missão em si mesmo.

Identificação de problemas, gargalos, oportunidades.

Uso de ferramentas de planejamento estratégico (Porter, SWOT – strengths, weakness, opportunities, threads).

A gerência do projeto inicialmente se preocupa em obter a síntese da razão de existência do projeto – Quando os objetivos são definidos pela equipe de projeto e homologados pelo cliente, formalizam um acerto mútuo e servem de guia para a tomada de decisões e para a alocação de recursos.  A equipe de projeto busca estabelecer uma visão geral dos resultados a serem alcançados, para:

O estabelecimento de consenso sobre a razão de existência do projeto.

O suporte à inovação, através do foco nos problemas a resolver.

A criação de critérios para a avaliação de soluções e a tomada de decisões.

A equipe de marketing demanda a valorização da imagem corporativa.

Associação de valor a uma marca ou elemento usado em publicidade ou independência destes produtos.

Satisfação dos usuários que se converte em vendas, acessos, contatos.

Visibilidade do site e do endereço, conexões e parcerias com outras organizações.

 O corpo técnico de suporte e a equipe de atualização se atém aos recursos tecnológicos e aos canais de interlocução e publicação

Atendimento de necessidades corporativas e do público (gerais e personalizadas) – Relacionamentos estabelecidos, satisfação das necessidades.

Uso de tecnologias de ponta e oportunidades de crescimento profissional.

A equipe de gerenciamento interno de informações se preocupa com o caminho e a temporalidade do conteúdo

Circulação eficiente de informações da empresa para o site. Muitos sites de empresas de comunicação se veem às voltas com conteúdo sobre as atividades corporativas, mas em alguns momentos há interseção entre estas áreas, e as políticas de publicação devem ser claras, para manter a credibilidade pública dos veículos.

A gerência do produto examina a consolidação de melhores práticas ou de processos já consolidados em outro projeto com objetivos semelhantes, já existente – Qual o papel deste canal em relação a outros semelhantes? Até onde vão as afinidades e as diferenças? Para distinguir os objetivos do projeto de acordo com os diferentes pontos de vista e decidir quais devem ser priorizados, é preciso criar critérios de valoração para cada um. O arquiteto da informação Adam Polansky propõe a seguinte metodologia:

Criar uma lista de objetivos e pedir para gestores, técnicos e clientes que deem notas para cada um.

Criar uma matriz de flexibilidade que estabeleça entre prazos, custos e qualidade que aspectos podem ser mais ou menos flexibilizados.

Fazer o cruzamento das matrizes de flexibilidade com as listas de objetivos iniciais e estabelecer o peso para a decisão de cada grupo (gestores, técnicos, clientes).

Gerar a escala de valoração, somando os valores de cada objetivo para cada grupo de usuários, de acordo com os pesos estabelecidos para cada um.

Misturar todos os itens ranqueados e confirmar ou não a valoração atribuída.

Aperfeiçoar o resultado, negociando os resultados finais com representantes de cada área.

A matriz procura facilitar a tomada de decisões isentas de vetores políticos e subjetivos. Ao mesmo tempo, envolve na sua elaboração os principais stakeholders do projeto, permitindo a realização de um processo transparente e participativo (Faceted feature analysis -1). (Atualizado em 17.7.2009)