Os testes de acessibilidade verificam a adesão a normas básicas de acessibilidade, para que o site seja navegável por usuários com deficiência física.

Atividades relacionadas

Navegar pelo site com visualização de imagens desabilitada ou usando um programa simulador, como text-browser emulator (ou o programa emulador do Opera 7), para verificar como uma pessoa com deficiëncia visual navega pelo site. A visualização de imagens é desabilitada por muitos usuários com conexões lentas que preferem ler os textos a ver o layout completo da interface. Verificar se todas as imagens ou elementos não textuais (como tabelas) dispõem de marcações alternativas, como “alt” ou “summary”, com a descrição de seu conteúdo. Verificar se a estrutura do site se mantém compreensível com os estilos CSS e Javascript desabilitados. Configurar os estilos CSS com unidades relativas para o dimensionamento de fontes, fios, localização de elementos de acordo com a configuração de cada usuário. Verificar se os formulários podem ser utilizados por usuários de browsers e programas de acesso para pessoas com deficiência física. Esta verificação é especialmente crítica em sites de comércio. Verificar se as cores utilizadas são contrastantes e a funcionalidade dos elementos críticos de navegação não se baseia nas cores destes elementos. Desta maneira há menos riscos de usuários com problemas de visão ou de distinguir entre cores (especialmente entre vermelho e verde e, eventualmente, entre amarelo e azul) tenham dificuldade de se deslocar na estrutura de informações. Testar o contraste em http://www.snook.ca/technical/colour_contrast/colour.htm ou http://www.vischeck.com/vischeck/. Verificar se há links interrompidos em sites como http://validator.w3.org/checklink. Verificar a visualização em modo texto em sites como Link Viewer. Sinalizar no código o idioma dominante do site, bem como a mudança de idioma em palavras ou texto. Verificar automaticamente as páginas mais críticas do site em ferramentas como Accessibility Valet, http://jigsaw.w3.org/css-validator/, http://www.sidar.org/hera/index., http://www.acesso.umic.pt/webax/examinator., http://www.dasilva.org.br/, http://checkwebsite.erigami.com/accessibility.html. Verificar o website a partir de lista de checagem amplamente aceita pela comunidade de desenvolvedores, como a do W3C, em http://www.w3.org/TR/1999/WAI-WEBCONTENT-19990505/full-checklist.html, considerando os grupos de requisitos de prioridade 1, 2 e 3. (Atualizado em 28.6.2011)  

Referências

GTMetrix – serviço gratuito que provê análise de interfaces web segundo parâmetros como velocidade de carregação (acesso em 2.6.2011) Bengala Legal eMAG – Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico do Brasil (link direto para documento zipado) Web content accessibility guidelines Lista de validadores indicados pelo WAI